Associação Brasileira dos Terminais Retroportuários
e das Empresas Transportadoras de Contêineres

  • Sobre a ABTTC
  • Nossos associados
  • Associe-se
  • Contate-nos
  • Convênios
  • Área do associado
    Webmail

    Notícias do Setor

    Exportação de açúcar sobe 23,8% em abril, fomentando comércio exterior
    14/05/2019 - Portal Terra


    Dados da Secex, Secretaria Especial de Comércio Exterior e Assuntos Internacionais, do Ministério da Economia, mostram que o Brasil exportou em abril 1,264 milhão de toneladas de açúcar bruto e refinado, aumento de 23,8% em relação ao total embarcado em igual período de 2018, de 1,021 milhão de toneladas. Quando comparado com as exportações de março, o avanço é de 12,96%. Importante avanço para a consolidação do Brasil no comércio exterior, os dados da exportação de açúcar ainda reforçam a necessidade de manter essas relações internacionais para a geração de emprego e renda.
     
    O Brasil é um grande produtor e exportador de açúcar, tendo o país o potencial de alcançar importantes destaques nesse cenário, explica a Asia Shipping (AS) , maior integradora logística latino-americana. "Acompanhar o mercado e ver esse avanço na exportação de açúcar no comércio exterior traz uma expectativa de negociações ainda melhores para os próximos meses", afirma. Porém, para que essa estatística aumente ou ao menos permaneça neste nível, é indispensável que as empresas logísticas prestem um serviço de qualidade. "Avaliar o modal mais adequado e oferecer as condições apropriadas para cada tipo de carga, valoriza ainda mais a mercadoria e a posição do Brasil no ranking de qualidade perante o comércio internacional", reforça a AS, que pontua ainda que a garantia da integridade do produto depende da maneira como ele é transportado.
     
     
    Do total da exportação de açúcar do mês passado, 1,0766 milhão de toneladas foram de açúcar demerara e 187,4 mil toneladas de refinado. Os dados consideram 21 dias úteis. O avanço se dá após um mês (março) em que houve menos dias úteis por causa do feriado de carnaval. Ante abril de 2018, o real teve desvalorização expressiva ante o dólar, o que estimula as exportações brasileiras da commodity. A receita obtida com a exportação do alimento em abril foi de US$ 373,8 milhões, 15,23% maior que a registrada em março, de US$ 324,4 milhões, e 9,36% superior à de abril de 2018, de US$ 341,8 milhões.
     
    Considerada uma das principais commodities produzidas no Brasil, o açúcar é cultivado em diversas partes do país, atendendo grande parte da demanda mundial. O solo e o clima favoráveis a essa produção possuem grande relevância nesse cenário, porém, o desenvolvimento de novas tecnologias em prol do aperfeiçoamento desses serviços não pode ser deixado de lado, pois têm contribuído muito para a elevação das estatísticas de exportação de açúcar. "Da mesma forma, as empresas logísticas também têm buscado tornar suas atividades cada vez mais informatizadas, acompanhando a evolução do mercado", conta a AS.
     
    O registro do aumento da exportação de açúcar aponta ainda para melhores níveis de emprego, melhorando a economia do país como um todo. "Vários são os reflexos que dados como esse podem trazer para o Brasil. Esse é um importante momento para que as empresas do ramo permaneçam em alerta para prestar serviços cada vez melhores e focamos na demanda de seus clientes", finaliza.
    Comentar
    Indique